topo br

LUDENS

Dicionário de Futebolês

dicionarioApresentamos o Dicionário de Futebolês, um dicionário bilíngue (Português – Inglês) de termos e unidades fraseológicas do futebol. Tentamos compilar o maior número possível de expressões e termos do futebol que não encontram correspondentes diretos nos dicionários de uso geral. Com a grandiosa amplitude que tal empreitada propõe, entendemos que este é um trabalho que tende a ser constantemente aprimorado e ampliado. De tal forma, o material aqui apresentado não reflete a versão final do projeto, uma vez que um de nossos objetivos foi criar uma obra que esteja sempre aberta a novas intervenções.

Este glossário foi compilado de acordo com os princípios da Linguística de Corpus, ou seja, os termos, colocações (duas palavras que normalmente ocorrem juntas) e unidades fraseológicas (UF- combinação de duas ou mais palavras) foram extraídos de um corpus eletrônico sobre futebol.
Seria impossível descrever toda a terminologia do futebol nesta obra, por isso optamos por focar a linguagem presente em notícias de resultados de partidas, em transmissões de jogos on-line e também nas regras do jogo. Por esse motivo, algumas expressões características da linguagem oral podem não ser encontradas. Além disso, termos mais comuns como, por exemplo, "chute", ou que possuem um equivalente direto no inglês como, por exemplo, "campo", também não foram inseridos.

Para que o corpus fosse representativo das variantes do futebolês, compilamos um corpus de aproximadamente um milhão de palavras em cada língua composto por textos de português brasileiro e inglês britânico extraídos de jornais nacionais, revistas esportivas, jornais esportivos, revistas sobre futebol, sites sobre futebol e tabloides.

Ao contrário do que se imagina, as diferenças culturais representam um grande desafio em qualquer língua de especialidade. No caso do futebol, as diferenças entre os modos de jogar e também a maneira como o esporte é tratado pela sociedade, influenciam de forma direta a terminologia utilizada nas duas línguas. Por esse motivo, muitas vezes o equivalente em inglês, embora reflita a forma convencionada, ou seja, a forma de uso comum, apresenta uma ocorrência relativamente inferior à da UF em português. Ou seja, os jornais, as revistas e os sites brasileiros e britânicos focam aspectos diferentes do futebol em suas notícias.

A seleção dos termos foi feita por meio da análise da lista das palavras-chave do corpus, que resulta da comparação do corpus de estudo com um corpus de referência. Nessa comparação, as palavras que possuem frequência relativa estatisticamente mais relevante no corpus de estudo sobressaem revelando a temática do corpus. Sendo assim, em uma lista de palavras de um corpus de futebol, palavras como "gol", "bola" e "goleiro" aparecerão como palavras-chave.

Trabalhar com as palavras-chave nos permite selecionar os termos mais recorrentes, fator de extrema importância para qualquer compilação terminológica. No entanto, isso não garante a utilidade da obra, já que uma das maiores preocupações dos tradutores e de qualquer pessoa que produz um texto em uma língua de especialidade é o comportamento do termo. Ou seja, muitas vezes o produtor do texto conhece o termo na língua-alvo, mas não sabe como utilizá-lo. Tomemos como exemplo a fraseologia "FAZER {o|um} gol", que tem como sinônimos em português "MARCAR {o|um} {gol|tento}". O equivalente mais frequente em inglês, como o leitor deve imaginar, é "SCORE ({a | the} goal)". Contudo, a língua inglesa apresenta outras 40 formas equivalentes para fazer um gol.

Nosso principal objetivo é proporcionar ao usuário o máximo de informações possíveis para um melhor entendimento do texto especializado sobre futebol e, dessa forma, auxiliar na produção desses textos em língua inglesa. Partimos do pressuposto de que um termo raramente ocorre sozinho. Isto é, acreditamos que o termo está sempre acompanhado de um ou mais colocados e, muito frequentemente, é parte integrante de uma unidade de sentido maior, entendida aqui como Unidade Fraseológica Especializada (UFE).

Todos os verbetes possuem equivalentes em inglês e exemplos. Quando o equivalente em inglês pertence a uma classe gramatical distinta da UFE em português, usamos o símbolo .

Sempre que possível, apresentamos expressões alternativas (/) e combinações possíveis (|), que aparecem por ordem de frequência. Por exemplo, na UFE "{good | excellent} scoring chances, good" é mais frequente que "excellent", por isso é apresentado primeiro.

Utilizamos os hiperônimos para representar elementos que podem se realizar de diversas formas, como em: "[footballer], who scored [the goal]". Nesse caso, substituímos "[footballer]" pelo nome de um jogador e "[the goal]" pelo gol que foi marcado, por exemplo: "Striker Miroslav Klose, who scored a hat-trick in Germany's 2002 World Cup opener, put his country back on top with two goals from close range, where almost all of his damage is done".

Apresentamos formas sinônimas, remissivas e, sempre que preciso, inserimos um comentário sobre a UFE. Também chamamos a atenção do consulente para as formas que são significativamente mais frequentes por meio do símbolo. Quando necessário, mostramos ainda informação do gênero textual em que o termo ocorre.

Apresentamos, ainda, uma explicação de fundamentação histórica para os verbetes em português. De acordo com a relevância dos termos/expressões, essas explicações aparecem como elementos que congregam valores históricos e culturais, propondo ao usuário uma reflexão crítica em relação ao futebol e a língua portuguesa.

Por fim, vale destacar que registramos, na maior parte das vezes, os termos e expressões com inflexão no gênero masculino. Essa escolha reflete a predominância do futebol masculino na língua portuguesa praticada no Brasil, mas de nenhuma forma invalida as aplicações em quaisquer dos gêneros.

 

 Símbolos Symbols 
subverbete
vide
significativamente mais frequente
= o mesmo que
comentário estrutura correspondente em inglês
só ocorre em jornais (newspapers)
IA mais comum em inglês americano
(...) uso opcional
[...] hiperônimo
{...}elenco de opções
LETRAS MAIÚSCULAS categoria gramatical
/ expressões alternativas
| combinações possíveis
FAZER qualquer forma do verbo
Explicações de fundamentação histórica.
derivative section of an entry
see also
significantly more frequent
= same as
comment
equivalent structure in English
appears only in newspapers
IA more common in American English
(...) optional use
[...] hypernym
{...}possible choices
CAPITAL LETTERS grammatical category
/ alternative expressions
| possiblecombinations
SCORE any form of a verb

Dicionário de Futebolês

faceyoutubeyoutube

Copyright © 2014 - LUDENS - Núcleo interdisciplinar de pequisas sobre futebol e modalidades lúdicas. FFLCH/USP.